Ir para o topo do site Ir para o conteúdo principal Ir para o fim do site


Foi um prazer te ver por aqui!



Antes de ir, cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro dos lançamentos, novidades, eventos e promoções da Joyo.
Nos vemos em breve.

Joyo Blog

Como evoluir na guitarra: 9 dicas para manter uma rotina de estudos

25 maio 2020 Dicas [Como evoluir na guitarra: 9 dicas para manter uma rotina de estudos]

A guitarra é com certeza um dos instrumentos musicais mais apaixonantes, e um dos instrumentos com maior procura dentre os músicos iniciantes por várias razões: é um instrumento que possui opções relativamente baratas; possui inúmeros modelos, formas e cores (stratocaster, Les Paul, telecaster, semi-acústicas…), além de ser um instrumento muito eclético e versátil, usado em estilos que variam do jazz, pop, rock, heavy metal e até na música erudita contemporânea. Vamos te mostrar como evoluir na guitarra neste artigo!

Muitos de nós guitarristas começou a se interessar por música após ouvir uma música, riff ou solo de guitarra marcante, e com certeza já nos imaginamos tocando no lugar de um “guitar hero”.

No entanto, por trás das habilidades de um guitarrista de referência não há apenas talento, mas também muito esforço, disciplina e dedicação. Para isso, ter uma boa rotina de estudos na guitarra é preciso.

Neste artigo, vamos te dar 10 dicas sobre como ter uma boa rotina de estudos na guitarra! 😉

1. Separe tempo e crie uma rotina

Para evoluir na guitarra, crie uma rotina de estudos. Em todas nossas atividades da vida, precisamos de manter um hábito saudável e produtivo. Independente se você almeja ser um guitarrista profissional ou amador, para se desenvolver e evoluir na guitarra, é necessário ter tempo para praticar.

Cada um possui um tempo disponível para prática e estudo em sua rotina, porém recomendamos que separe no mínimo de 1 a 2 horas por dia para estar em contato com o seu instrumento e/ou estudando teoria musical.

Claro, nem sempre você conseguirá cumprir com este horário fixamente, portanto, tente encaixar este estudo em alguns minutos que você estaria fazendo algo por lazer.

Quer levar seus estudos a sério? Então você precisa separar horários para esta prática.

É preferível estudar um pouco a cada dia do que fazer maratonas de estudo. Por exemplo: é mais produtivo estudar 1h por dia de segunda a sexta do que estudar 5 horas seguidas apenas uma vez por semana.

2. Mantenha o foco

Muitos possuem uma dificuldade tremenda de estudar ou mesmo se focar em qualquer atividade. Por isso é importante que você consiga ter um ambiente em que possa ter toda a sua atenção voltada para o seu estudo se instrumento. Tocar conversando com alguém, vendo televisão, ou com outras distrações… em geral não funciona, e vai tornar o seu desenvolvimento na guitarra mais lento.

Procure praticar em um local silencioso, sem distrações, em que você consiga colocar toda a sua atenção na prática do instrumento.

Se necessário tranque a porta do seu quarto ou vá para outro cômodo, quem sabe até pode ser interessante sair de casa e treinar em outros locais. Mas tenha certeza de que você consegue ficar totalmente concentrado na atividade durante o tempo programado para isto.

Pode ser até mesmo interessante utilizar a técnica Pomodoro para ajudar no foco. Ela basicamente consiste em criar intervalos de 5 minutos a cada 25 minutos de foco na atividade. Assim você se sente mais motivado a dar seu melhor.

3. Alie técnica com musicalidade

Uma parte importante do estudo da guitarra é o desenvolvimento da técnica no instrumento. Há uma infinidade de exercícios de técnica de guitarra, porém pode ser desanimador, desestimulante e monótono para alguns começar simplesmente executando e repetindo os exercícios mecanicamente.

Uma forma mais produtiva e lúdica, é aliar os exercícios sempre em um contexto melódico e musical. Procure exercícios que relacionem desenhos, padrões e escalas dentro de uma música, ou que formem de alguma forma um contexto melódico, rítmico e harmônico. Dessa forma o seu desenvolvimento musical também será exercitado, treinando o seu ouvido e percepção.

É muito importante também que estude sempre com o auxílio de um metrônomo, que te dará noções de ritmo e tempo de notas.

4. Procure um bom professor

Vários excelentes guitarristas são conhecidos por serem autodidatas. No entanto, recomendamos fortemente que você procure um bom professor para te dar atenção personalizada e acelerar o seu desenvolvimento na guitarra.

Por mais que haja vasta e abundante literatura, métodos e exercícios disponíveis na internet (e muitos deles gratuitamente), algumas coisas são insubstituíveis: o acompanhamento de um professor é importante para direcioná-lo em como distribuir o seu tempo de estudo em cada assunto, verificar e corrigir falhas, tirar as suas dúvidas, e claro, compartilhar experiências e dicas personalizadas para você.

Seja pessoalmente ou via curso online, procure um bom professor.

Encontre ótimas dicas sobre organização de seu estudo neste vídeo do Maurício Alabama

5. Divida seu estudo em tópicos

O estudo da guitarra tem vários elementos a serem desenvolvidos e aperfeiçoados. Técnica de guitarra (palhetada alternada, ligados, harmônicos, sweep picking, bends, vibrato, slide…), harmonia (acordes, intervalos, progressões…), teoria (figuras rítmicas, leitura, história da música…) são alguns dos diversos assuntos que fazem parte do estudo de um guitarrista.

Você pode querer ser um guitarrista com ligados e palhetada rápida como Yngwie Malmsteen, porém não gaste 100% do seu tempo praticando apenas ligados e palhetadas.

É importante dividir o seu tempo de estudo entre estes e outros vários assuntos. É claro que de acordo com o estilo e preferências pessoais, você possa gastar, por exemplo, menos tempo estudando escalas e arpejos do que progressões de acordes.

Mas nunca deixe de também estudar teoria, harmonia ou outros aspectos de técnica mesmo que não goste tanto, pois são fundamentais para o seu desenvolvimento como músico. Gaste tempo lendo, ouvindo música e conversando com seus amigos guitarristas. Tudo é válido como aprendizado

Alterne os exercícios durante a prática, e divida os assuntos de seu estudo!

O guitarrista Alexandre Almeida possui aulas bem específicas sobre técnica de guitarra. Confira no vídeo:

6. Beba da fonte: toque as músicas dos seus ídolos!

Procure suas referências preferidas musicais. Aprenda como eles tocam e suas principais técnicas. Tente descobrir quais pedais e efeitos eles utilizam. Assim você se sente bem mais motivado e direcionado para avançar.

Tocar músicas de seus guitarristas favoritos é uma fonte enorme de inspiração, além de ser um campo muito vasto de estudo e pesquisa musical.

Uma forma de estudo e exercício muito interessante, é tentar tocar músicas de seus guitarristas favoritos, e tentar reproduzi-la “nota a nota”, ou “igualzinho” em detalhes. Isso te ajuda a aperfeiçoar técnicas específicas, e com certeza te ajudarão a formar o seu próprio estilo posteriormente.

Por exemplo: após tocar várias músicas de um guitarrista que utiliza muito bem a técnica de bends, a sua técnica de bends vai estar bem mais aprimorada.

7. Mantenha a saúde em dia

Muita gente, principalmente aqueles que buscam um patamar profissional, podem acabar exagerando na hora do treino.

Quanto mais tempo de treino, melhor, claro. Entretanto é bom lembrar que seu cérebro precisa de tempo e descanso para se recompor. Treinar sempre com sono ou cansado vai dificultar e muito o aprendizado, ainda mais de algo que exige coordenação motora e atenção.

Existem riscos de lesões. Sendo assim se lembre de fazer alongamentos e pequenas pausas durante o treino.

Mantenha uma rotina de qualidade, mantenha o sono em dia, se alimenta de maneira saudável e se exercite. Isso vai manter os seus treinos na guitarra mais produtivos.

Acredite, muitos problemas de ansiedade e cansaço que destroem sua prática podem estar ligados à sua rotina não saudável.

8. Utilize os recursos e tecnologias

Para treinar e estudar guitarra você precisa de, no mínimo um instrumento (a guitarra) e um amplificador. Apenas com isso, estudo, orientação e dedicação, você pode se tornar um excelente guitarrista.

No entanto, a tecnologia atualmente nos proporciona diversas opções de equipamentos que podem nos ajudar a acelerar o nosso desenvolvimento no estudo do instrumento, além de nos dar bastante comodidade.

Para isso existem opções de amplificadores para estudo, como o Joyo Top GT, que possui recursos como conexão Bluetooth, que permite que você reproduza uma faixa de áudio junto com o amplificador enquanto toca sua guitarra.

Além disso, é muito compacto e possui bateria interna, permitindo transportá-lo facilmente para poder estudar em qualquer lugar

Também pedais de looper como o Ironloop e o O.M.B. permitem que você crie a gravação de uma base em loop, o que te permite treinar solos, improvisação, e mesmo exercícios em um contexto mais melódico. Eles vão te auxiliar a evoluir na guitarra.

9. Paciência e disciplina é tudo

Se desenvolver e evoluir na guitarra realmente não é uma tarefa fácil. Afinal de contas há tantas obrigações no dia a dia que tornam desafiador manter uma rotina de prática e estudo.

Porém, tenha paciência. A técnica, o conhecimento e a musicalidade vêm com o tempo e com a constância no estudo.

Não há problema em não conseguir tocar solos e músicas de nível difícil logo no início. Cada guitarrista tem o seu ritmo e tempo de aprendizado, e com o passar do tempo, mantendo-se uma rotina de estudos eficiente, os resultados com certeza aparecem.

É importante pensar que cada degrau te leva mais alto, e cada progresso acaba se tornando um incentivo pra treinar e estudar cada vez mais.

Esperamos que com as dicas dadas neste artigo possamos ajuda-lo a ter uma rotina de estudos mas estimulante para você evoluir na guitarra!

Até a próxima!

Leia o nosso artigo anterior: Joyo entrevista Maurício Alabama e Cauê Cury

Nos siga nas redes sociais!

Instagram

Facebook

Deixe um comentário

Contato

contato@joyobrasil.com.br
Redes
Sociais